Hidrocarbonetos (continuação)

Alcanos

Alcanos são hidrocarbonetos formados apenas por ligações simples entre seus carbonos. Possuem cadeia aberta (acíclicos) e ligações simples (saturadas). Sua fórmula é:

CnH2n+2

A principal fonte de alcanos é o petróleo e o gás natural. A partir deles é possível produzir combustíveis como a gasolina, óleo diesel e querosene. Estes alcanos possuem baixo teor de carbono. Para as cadeias mais longas é possível obter a parafina (fabricação de velas).

Propriedades físicas

Os alcanos são pouco reativos, ou seja, não reagem com quase nenhuma substância. Por este motivo, são chamados também de parafinas ou parafínicos. Em latin  para affinis significa pouca afinidade.

Não são muito reativos porque as ligações entre C – H e C – C são muito estáveis e difíceis de serem quebradas. São mais utilizados para a queima, por isso são usados como combustíveis, para o fornecimento de energia.

São insolúveis em água e menos densos que a água. Os alcanos de até quatro carbonos são gases à temperatura ambiente (25°C). De cinco a dezessete carbonos são líquidos, e os demais sólidos. Observe o número de carbonos, o estado físico e a substância:

Composto

N° de Carbonos

Estado físico (25°C)

Produto

Metano

1

gasoso

Gás natural

Propano

3

gasoso

GLP

Butano

4

gasoso

GLP

Octano

8

líquido

Gasolina

Decano

10

líquido

Querosene

Tricosano

30

sólido

Piche (asfalto)

* GLP = gás liquefeito do petróleo

Nomenclatura

Para dar nome aos alcanos, assim como nos demais compostos orgânicos, devemos seguir as regras estabelecidas pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC).

Prefixo + Parte Central + Terminação

Prefixo: indica o número de carbonos na cadeia. São de origem grega ou latina.

1C – met
2C – et
3C – prop
4C – but
5C – pent
6C – hex
7C – hept
8C – oct
9C – non
10C – dec
11C – undec
12C – dodec
20C - eicos
30C – tricos

Estes prefixos servem também para as demais funções orgânicas.

Parte central: indica o tipo de ligação química entre carbonos. Para os alcanos, usamos an.

an = ligação simples
en = ligação dupla
in = ligação tripla

Terminação ou sufixo: indica a função química. Como a função é hidrocarboneto, usamos a letra o.

Exemplos:
CH4 – metano
C2H6 – etano

Ficheiro:Octane.png        C8H18 = octano

                          C5H12 = pentano

  

Como referenciar: "Alcanos" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2021. Consultado em 24/07/2021 às 14:57. Disponível na Internet em http://www.soquimica.com.br/conteudos/em/funcoesorganicas/p1.php

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

Produtos de quando CORONA era motivo de alegria

O sonho de ser cantor